Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

NUM PISCAR DE OLHOS

O ato de abrir e fechar dos olhos, executada pela função anatômica do nosso corpo, passa despresivelmente despercebido por cada ser humano diariamente, por possuirmos as nossas pálpebras e córneas perfeitas, sendo também uma ação de proteção para o globo ocular.

Cientificamente é possível calcular esse tempo em “(100 a 200 milissegundos)”, dentro desse espaço tempo infinitamente rápido encontramos o Rapto da Igreja, são esses milissegundo que nos separam de nossa eterna morada momentaneamente a Nova Jerusalém.

O dia concreto já mais saberemos antecipadamente, porque essa data ficou reservada na onisciência do Eterno e todo poderoso Deus. Esse estado de um Deus perfeito, que não se vende, que não se deixa subornar, dá nos a certeza que homem algum que anda por essa terra trapaceará ou saberá essa tão preciosa data.

Esse dia será um divisor de água para toda a humanidade, porque será “num piscar de olhos” que Cristo virá buscar a sua noiva amada. Nesse momento diz a palavra, se verá a diferença entre o ímpio e o justo, ser verá a diferença entre oque serve a Deus e o que não serve (Ml 3.18).

Somente aqueles que tiverem suas vestiduras lavadas no sangue do Cordeiro de Deus, terão o direito a entrar na cidade santa pelos portais sagrados. Lavar-se no sangue de Cristo é um ato de separação quando aceitamos o sacrifício calváriano a vivermos para adorar somente o filho de Deus.

Para o mundo nossas pálpebras devem andar sempre fechadas, para que ossos nossos olhos não venham contaminar-se ou contrair a concupiscência dos olhos (1Jo 2.6), e por esse ato de vê coisas impuras pecarmos contra o nosso Deus. Porém, dentro da casa de Deus, nossos olhos devem estar bem abertos para que o mundanismo, secularismo e o pecado não ultrapassem as portas dos nossos templos. Podemos afirmar que Deus nos deu uma ação contra o pecado, sendo também uma estratégia de santidade para os olhos, fechar as pálpebras para não vermos o mal desejável e nocivo ao coração.

Com essa fração de milissegundos (100 a 200 milissegundos), não é possível correr dez metros, não é possível fazer nossas atividades domesticas, não dá para o filho pedir benção ao pai, não é possível pedir perdão ao irmão ou reconciliar com o seu Pastor. É um tempo infinitamente pequeno, porém importante para o Pai da Eternidade (Is 9.6), conduzir a Igreja nos ares, oque nós chamamos de o Arrebatamento da Igreja. Para um Deus que é o mesmo ontem, o mesmo hoje e o mesmo eternamente, sendo Ele dono do tempo e dos anos, para Ele mil anos é com se fosse um dia, e um dia é como se fosse mil anos, um piscar de olhos para Deus é o suficiente para tirar a Igreja da Terra e mudar pra sempre a sua sorte e a vida dos seus filhos, os conduzindo a eternidade.

Contudo nesse texto o Eterno não me permitiu falar de sinais da sua vinda, apenas “Num Piscar de Olhos”, valorizemos esse tempo, e, em cada piscar dos nossos olhos lembremo-nos com saudades da nossa eterna morada e tudo que nos espera lá, porque será uma eternidade sem o sofrimento, angustia do tempo presente. Para sempre o adoraremos com muito louvor e jubilo, hosanas, hosanas ao Rei, Maranata ora vem Senhor Jesus.

Eis o motivo pela qual a bíblia nos adverte o tempo todo quanto a vigilância, a estarmos atento, a não abandonarmos a fé, a não corrompermos a nossa vida espiritual, porque esse grandioso evento acontecerá muito rápido e apenas os que tiverem espiritualmente unidos a Deus, subirão no arrebatamento da igreja, será num abrir e fechar de olhos.

Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados (1Co 15.52).

Entre e receba as notícias do dia

Entre e receba as notícias do dia

VEJA MAIS +

DESCULPE,

MAS ESSE LOTE ESTÁ ESGOTADO!